Arquivo da categoria: Diario Missional

Sem a presença de Deus?!

ice_heart[1]Iniciamos um novo ano e com um sentimento no coração: Precisamos voltar ao primeiro amor!

2013 começa com esse sentimento, como se o meu coração estivesse esfriando e ao mesmo tempo desesperado em fazer algo para o nosso Deus. Lembrei daquela música: “Eu quero voltar ao primeiro amor, ao primeiro amor, eu quero voltar a Deus”. Compartilhamos isso no nosso grupo ontem e vários amigos relataram esse mesmo sentimento.

Nas visões do Apocalipse, que o apóstolo João recebeu na Ilha de Patmos, o Senhor lhe confiou algumas mensagens às Igrejas da Ásia. Na carta endereçada à Igreja de Éfeso, o Senhor Jesus protestou acerca da decadência de amor que a Igreja vinha apresentando. Ele protestou a perda do que denominou como o primeiro amor:

“Conheço as tuas obras, tanto o teu labor como a tua perseverança, e que não podes suportar homens maus, e que puseste à prova os que a si mesmos se declaram apóstolos e não são, e os achaste mentirosos; e tens perseverança, e suportaste provas por causa do meu nome, e não te deixaste esmorecer. Tenho, porém, contra ti que abandonaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te e volta à prática das primeiras obras; e, se não, venho a ti e moverei do seu lugar o teu candeeiro, caso não te arrependas”. (Apocalipse 2.2-5)

Tenho certeza que esse não é apenas o meu sentimento, lembro-me de quando lia apenas um versículo e me derramava com a presença de Deus, como se muitas águas inundasse o meu quarto e ficava ali durante horas adorando o meu Deus, sem as teologias, sem os conhecimentos, sem as músicas, sem os pregadores famosos, sem quase nada, apenas com um coração puro diante Dele.

Pensando nisso, eu confesso, sinto falta desse tempo, onde nada me importava mais, somente a presença do Eterno, tenho certeza que esse sentimento está me levando para um caminho de intimidade com ELE.

Aprendi a expor meu coração, aprendi a ficar vulnerável e dependente de Deus para tudo na minha vida… Nos últimos dias esta é a nossa luta, o amor de muitos tem se esfriado, necessitamos acender a chama do nosso coração, ainda que possa ter restado apenas uma fagulha acesa, é necessário que o AMOR do Senhor venha ser o combustível necessário para que a chama aumente.

Jesus não está preocupado se você terá um carro novo, uma casa nova, um novo vídeo game ou uma nova namorada, Ele está totalmente preocupado com o nosso coração, não precisamos de mais remendos, nem curativos, necessitamos de um novo coração, uma nova chama, um novo suspiro.

Deus abençoe sua vida,

Fl. 1.3

Maycon Barroco, Servo do Senhor e parte do corpo de Cristo.

Etiquetado , , , , , ,

BRASIL – País dos Povos Não Alcançados

O Brasil é um país de extrema riqueza étnica. As nações indígenas, européias e africanas têm produzido em nossa nação uma variedade e complexidade cultural igualadas por poucos países modernos.

Mais da metade do nosso povo é de origem européia (53%): portugueses, italianos, espanhóis e alemães. Outro segmento da nossa população é de origem africana (11%). Mais de um terço de nós, somos uma mistura de sangue europeu, africano e índio (34,8%). Entre esses três tipos o evangelho tem encontrado bastante receptividade. No entanto, o mesmo não acontece com os outros povos étnicos do Brasil. Há muitos povos dentro do Brasil que ainda não ouviram sobre Jesus e não possuem nenhuma parte da Palavra de Deus traduzida para sua língua. Em alguns casos, a resistência ao evangelho tem sido tão grande que eles não têm um igreja forte o suficiente para alcançar o restante do povo. Os principais povos não-alcançados do Brasil são os: indígenas, orientais e os muçulmanos.

1. Povos Indígenas – Hoje há no Brasil cerca de 315 mil índios espalhados em 251 tribos. Nenhuma dessas tribos possui a Bíblia completa em sua própria língua! Apenas 129 delas têm tido contato com o evangelho através de missionários evangélicos. Este complicado quadro acontece pelo resultado de três barreiras:

a. Barreira lingüística – Entre as tribos indígenas, fala-se mais de 180 línguas diferentes. Apenas 34 têm o Novo Testamento. Precisamos de mais obreiros dispostos a traduzir a Bíblia para as línguas indígenas. Isso exige muita dedicação e paciência, mas é imprescindível que o povo ouça e cresça na Palavra de Deus.

b. Barreira Geográfica – na maioria dos casos as tribos residem em áreas de difícil acesso, longe de cidades modernas ou até mesmo de estradas.

c. Barreira Política – a postura atual da FUNAI é a de vetar a entrada de missionários em muitas tribos.

  • 2007 foi ano de violência contra indígenas. Dados do Conselho Indigenista Missionário revelam que em 2007 foram assassinados 76 indígenas no Brasil. Em 2006, esse número havia sido de 48. O aumento é de quase 50%, e o número de 2007 é o mais alto já registrado pela entidade que defende os direitos de indígenas há mais de 40 anos no país. De todos os homicídios registrados, 48 ocorreram em um único estado, o Mato Grosso do Sul. Em abril, o Conselho lançará um relatório mais completo, com dados gerais sobre violação aos direitos indígenas, em que haverá dados sobre falta de atendimento de saúde, ameaças, desterritorialização e outros dramas vividos pelos povos originais.

2. Povos Orientais: A maior concentração de japoneses, fora do Japão, está no Brasil. Mais de um 1.400.000 japoneses, estão espalhados pelo Brasil todo, especialmente no interior do Estado de São Paulo. Um percentual muito alto dos japoneses é católico (60%). São poucas as missões que focalizam os japoneses, que hoje só contam com 80 igrejas evangélicas e 7 mil crentes adultos (menos de 1% da comunidade toda).Mais de 160.000 chineses moram no Brasil. Comparados aos grandes avanços do Evangelho na China, este povo tem mostrado pouca receptividade no Brasil.

3. Povos Muçulmanos – Talvez o povo mais resistente ao Evangelho, os muçulmanos têm imigrado ao Brasil principalmente do Oriente Médio. Crentes em Ala (Deus), o Alcorão (seu livro sagrado) e em Maomé (seu profeta), os muçulmanos negam a divindade de Jesus e até mesmo sua morte na cruz. Em 1980, o censo do IBGE mostrou que no Estado de São Paulo havia 5.427 libaneses e 1.950 sírios. Mas parece que dos anos 80 para cá, houve um crescimento significativo de árabes muçulmanos. E ninguém sabe ao certo quantos há no Brasil hoje. Uma reportagem na TV Globo em 1993 constatou a presença de pelo menos 55 mesquitas no Brasil. Muitos acham que hoje existam muito mais do que isso.

Vindos da Síria, da Arábia Saudita, do Líbano e da Palestina, os árabes muçulmanos já se dedicaram a espalhar o islamismo aqui no Brasil. Muitas vezes é possível ver missionários muçulmanos nas rodoviárias e aeroportos brasileiros fazendo suas orações voltados para Meca. Em 1993 os muçulmanos compraram um sítio em São Bernardo para construção de um “Centro Latino-Americano para o Treinamento de Missionários Muçulmanos”. Seguindo um plano ambicioso de islamizar a América Latina, virão missionários muçulmanos de muitos países árabes para serem treinados e enviados pelo continente. No Brasil os maiores redutos de árabes muçulmanos ficam em São Paulo, Belo Horizonte e Foz do Iguaçu.

Outros povos não alcançados dentro do Brasil
Os surdos/mudos podem ser considerados como um povo invisível (não facilmente de se notar) e também como um povo não alcançado. Em cada bairro, cidade, estado e país, temos uma estimativa que 1,5% da população da cada cidade ou país são de surdos. A igreja como instrumento de Deus, precisa de lançar requisitos e metas e estratégias para atuar nesta visão.

Fonte: Isejec Missões
Etiquetado , ,

Projeto 02/11 Leva Evangelho No Dia De Finados Em Todo O Brasil

No dia de Finados, celebrado em 2 de novembro, muitas pessoas vão visitar e relembrar os entes queridos, lotando os cemitérios em todo o País. Um projeto, de nome 02/11, pretende aproveitar a data para realizar ações evangelísticas entre os que prestam homenagens aos mortos.
“O Senhor me direcionou a criar o projeto e me mostrou a data específica e seu significado. Enquanto muitos estarão lamentando pela perda e pela morte, nós apresentaremos Jesus Cristo, o Autor da Vida”

O projeto, que também está sendo denominado “Dia da Vida”, orienta a formações de equipes de pessoas que juntas saiam no dia 2 para promoverem um “impacto evangelístico”, de forma a literalmente saírem às ruas para proclamarem as Boas Novas do Evangelho.

O projeto tem o alvo de alcançar 800 mil vidas. “Não estamos interessados em números, apenas estamos trabalhando com alvo para uma motivação normal, o que importa é que o Evangelho seja pregado”, diz a apresentação no site http://www.diadavida.org/

Segundo o pastor Maycon Barroco, idealizador do projeto, que falou com exclusividade ao CP, a idéia para sua criação surgiu depois de um momento de oração em seu quarto.

“O Senhor me direcionou a criar o projeto e me mostrou a data específica e seu significado. Enquanto muitos estarão lamentando pela perda e pela morte, nós apresentaremos Jesus Cristo, o Autor da Vida”, disse o líder religioso.

Segundo Barroco, a idéia da formação de grupos evangelísticos em todo o País representa um avanço da obra evangelística. “Imaginei como seria se todas as igrejas evangélicas do Brasil fossem para as ruas proclamar o Reino de Deus num único dia, para que isso se concretize oro e creio na unidade da Igreja de Cristo”, afirmou.

Segundo números do projeto, 70% dos estados brasileiros já participam do movimento, que engloba centenas de igrejas e equipes evangelísticas. “Creio que a igreja está entendendo que o evangelismo não é uma sugestão, mas sim, um mandamento de Jesus Cristo expressado na Grande Comissão”, pontuou Barroco.

O projeto, que teve sua primeira edição este ano, pretende alcançar outros países em 2012, como EUA, Argentina, Bolívia e Portugal.

Nesse momento, Barroco tem consciência que não alcançará todas as igrejas do Brasil, mas crê que muitas terão um despertamento para a área evangelística.

“Esse projeto é um desafio de evangelização e unidade para a Igreja de Cristo. Estamos vivendo dias maus, mas precisamos enxergar como Jesus enxergou quando disse: ´Vejam os campos, eles estão brancos, prontos para a ceifa´”, afirmou o líder do projeto.

Para Barroco, Deus não quer mais usar mulas e pedras, referindo-se a passagens bíblicas. “Ele quer usar a minha e a sua vida para uma transformação relevante nesses dias. Deixo esse desafio a vocês, no dia 02 de novembro de 2011 vamos para as ruas proclamar a Palavra de Deus e levar vida aos que estão mortos”.

Por:Christian Post

Entrevista para site norte-americano Chistian Post

DIÁRIO MISSIONAL 02

No diário missional 01, escrevi que colocaria informações e vídeos da missão, pois foi muito difícil fazer isso por causa do tempo no Piauí, mas enfim, vou tentar relatar nossa missão em forma de poesia e fotografia, vamos lá:


Em Teresina chegamos (Eu, Thiago Costa e Esdras Ferreira) e bem recebido nós fomos

Descansamos na chegada e ao raiar do dia começaria a jornada

Fomos para Amarante, um lugar precioso como um diamante

Um pouco pacato e muito chão, enfim chegamos no começo do sertão

Conhecemos verdadeiros amigos (Rafael Thiago, Mariana, Israel e Desi) bem alegres e apaixonados

Esse foi o inicio da nossa missão, no começo do sertão;

No Primeiro dia alegria

Almoçamos e conversamos

Pegamos a Toyota (Do Projeto Macedônia) e voamos como uma gaivota

Nosso destino, o quilombo mimbó

Depois de uma aventura, chegamos com muita doçura

Passamos de carro e muitas crianças chegaram

A Toyota ficou lotada e cheia de alegria da criançada

A bordo estava nossa equipe lembrando da grande áfrica

Nossa missão começara… Nossa missão perdurava…

Chegamos no Mimbó com muito amor

E recíproco foi esse sentimento durador…

Começamos com as peças de teatro para as crianças

mas, quem fez a festa foi a mulherada…

O palhaço alegrava…

E o missionário Thiago gargalhava…

E dona Deuzuite se encantava…

Falamos desde a desobediência à o grande amor de Deus

Jonas (Bíblia) foi usado como exemplo para o quilombo e os seus…

Ao som do Tchu Tchu ê

Muitos foram tocados e a semente ficou

Fomos para casa quando a barriga roncou (risos);

Banhamos e jantamos

E depois fechamos a noite adorando…

Uma presença de Deus contagiante

Lágrimas e uma certeza gigante

Palpável e adorável

Nos deliciamos nessa presença

E fomos dormir cheios de esperança…

Segundo dia chegou, vocês estão cansados de ler,

Mas muitas coisas boas ainda vão acontecer…

<(ESSE FOI O PRIMEIRO DIA)>

Etiquetado , ,

DIÁRIO MISSIONAL 01

Estamos a poucas horas da viagem ao Nordeste do Brasil, para ser preciso no Estado do Piauí, onde vamos para cidade de Terezina de avião e ao chegar vamos pegar uma condução até a cidade de Amarante para cooperar com o trabalho do missionário e amigo Rafael no Projeto Quilombola (Projeto Macedônia) e dias depois iremos voltar para Teresina para continuar a jornada com os nossos amigos Wesley Lima e Luis Neto (Geração TSO) para conferência Brado 2011.

Nessa viagem vai eu, Thiago Costa e Esdras Ferreira, nossas esposas não vão dessa vez por motivos particulares, mas creio que Deus está no controle de todas as coisas.

A palavra que Deus colocou no meu coração está em II Co. 10:3: Porque, andando na carne, não militamos segundo a carne.

Deus colocou no coração do Thiago que” haverá muitos sinais e maravilhas pelo poder do Evangelho do Reino de Deus”. (Creio)

Vou postando aqui sempre que possível detalhes e fotos da nossa missão no Sertão brasileiro.

Etiquetado